Logotipo da SPTrans
Brasão da Cidade de São Paulo. Abaixo, os textos: Cidade de São Paulo - Transporte e Mobilidade Urbana
FILTROS:

m




FILTROS:


 
Imagem ilustrativa, contendo a vista aérea de uma estação do Expresso Tiradentes.

Ponto Final ao Racismo

 

Conheça as peças produzidas para a campanha:

 

Campanha Ponto Final ao Racismo

A Prefeitura de São Paulo, por meio da Secretaria Executiva de Transporte e Mobilidade Urbana (SETRAM) e da SPTrans, está empenhada e comprometida no combate ao racismo no transporte público. Uma amostra desse compromisso é uma ação permanente para incentivar o respeito e a cidadania. Para isso, no dia 4 de agosto de 2022, iniciamos a Campanha Ponto Final ao Racismo.

A iniciativa conta com edições especiais do Jornal do Ônibus, painéis no interior dos coletivos, publicações nas redes sociais e ônibus adesivados com o tema da campanha circulando por todas as regiões da cidade. Peças para as redes sociais da SPTrans são produzidas e divulgadas semanalmente e, cartazes, faixas e informativos foram distribuídos para todas as garagens das operadoras do sistema. As diversas peças produzidas, foram apresentadas e discutidas em um grupo de trabalho que conta com a participação da Coordenação de Promoção da Igualdade Racial.

 

Compromisso da SPTrans

Para combater o racismo no transporte público, a SPTrans capacita os(as) profissionais do sistema, motoristas, cobradores(as) e fiscais, à prestarem o atendimento às vítimas no momento em que um caso de discriminação racial é relatado. Os(as) operadores(as) devem chamar a polícia ou conduzir o ônibus até a delegacia mais próxima, se possível, onde a vítima poderá registrar o boletim de ocorrência e receber amparo das autoridades policiais.

 

Canal de denúncia 156

O 156 é o canal de denúncia oferecido pela Prefeitura. A vítima de racismo pode ligar para o 156 e terá sua denúncia registrada. Os dados da denúncia serão repassados pelo 156 à SPTrans, que realizará o mapeamento dos casos de racismo para colaborar com as investigações por parte das autoridades policiais e verificar se os operadores adotaram os procedimentos corretos.

Ilustração com logo do Twitter branco sobre fundo preto. Abaixo, texto Siga-nos: @sptrans em branco