Imagem ilustrativa

Bilhete Único Estudante

Aqui você encontra as respostas para as dúvidas mais comuns.

Consulte

  • 1.O que é o Bilhete Único Especial - Idoso? Ver Resposta
    R.

    O Bilhete Único Especial - Idoso é o cartão utilizado no sistema de transporte coletivo urbano (Ônibus da capital, Metrô e trens da CPTM) pelas pessoas com idade igual ou superior a 60 anos. Nos coletivos ele permite que essas pessoas passem a catraca e utilizem, também, os assentos preferenciais disponíveis na parte traseira dos coletivos.

  • 2.Quem tem direito ao Bilhete Único Especial - Idoso? Ver Resposta
    R.

    Homens e mulheres com idade igual ou superior a 60 (sessenta) anos que, comprovadamente, residam nos municípios que compõem a Região Metropolitana de São Paulo, ou em Campo Limpo Paulista, Várzea Paulista e Jundiaí. 

  • 3.É obrigatório adquirir um Bilhete Único Especial - Idoso para obter a isenção tarifária no sistema de transporte coletivo urbano? Ver Resposta
    R.

    Não, mas é recomendável. A utilização do Bilhete Único Especial - Idoso propicia mais autonomia e comodidade aos idosos nos coletivos, uma vez que com o cartão eles podem ultrapassar a catraca e utilizar os assentos disponíveis também na parte traseira do  coletivo. O cartão também é aceito no Metrô. O idoso que não desejar adquirir o cartão não terá seu direito à isenção tarifária cerceado, uma vez que poderá embarcar e desembarcar pela porta dianteira do veículo apresentando ao operador um documento oficial com foto no momento do desembarque.

  • 4.Como fazer o cadastro para obter um Bilhete Único Especial - Idoso? Ver Resposta
    R.

    Há duas formas de fazer o cadastramento:  

    a) enviando os documentos pelo Correio  (CEP:01014-970 Caixa Postal 77075); ou

    b) entregando a documentação em um Posto de Atendimento de Gratuidades localizados nas Subprefeituras.(consulte os endereços dos Postos de Atendimento de Gratuidades.

  • 5.Para envio dos documentos via correios (CEP: 01014-970 Caixa Postal 77075). Quais documentos devem ser enviados? Ver Resposta
    R.
    Cópias Autenticadas:
    Documento de identificação oficial com foto (RG, CNH, CIE...); e
    CPF (caso o número não conste no documento apresentado)

    Cópia Simples
    :
    Comprovante recente de residência – máximo 06 meses (conta de telefone, luz , gás, etc.;
    1 foto 3x4 recente (padrão documento);
    Informar o número(s) de telefone para contato; e
    o endereço de e-mail (não obrigatório). 
     
    Nota: Os documentos devem ser enviados à SPTrans: CEP:01014-970 Caixa Postal 77075.
  • 6.Para entrega dos documentos no Posto de Atendimento de Gratuidades. Quais os documentos necessários? Ver Resposta
    R.

    O idoso deve se dirigir, pessoalmente,  ao Posto de Atendimento com os seguintes documentos:
    Original e cópias simples:
    Documento de identificação oficial com foto (RG, CNH, CIE...); e
    CPF (caso o número não conste no documento apresentado).

    Original e cópia simples:
    Comprovante recente de residência – máximo 06 meses (conta de telefone, luz , gás, etc.;
    1 foto 3x4 recente (padrão documento);
    Informar o número(s) de telefone para contato; e
    o endereço de e-mail (não obrigatório).

    É necessário levar o documento original para a conferência. (consulte os endereços dos Postos de Atendimento de Gratuidades)

  • 7.É possível enviar a documentação pelo Correio, ou entregá-la no Posto de Atendimento de Gratuidades antes de completar os 60 anos de idade? Ver Resposta
    R.
    Sim. Três meses (90 dias) antes do idoso completar 60 anos de idade já pode enviar os documentos necessários para obter o Bilhete Único Especial - Idoso via correios: Cep: 01014-970 Caixa Postal 77075, ou entregar a documentação em um Posto de Atendimento de Gratuidades.
  • 8.Ainda é possível fazer o cadastramento no Posto de Atendimento de Gratuidades? Ver Resposta
    R.

    Sim. Caso o idoso deseje deve se dirigir, pessoalmente, a um Posto de Atendimento de Gratuidades de sua preferência e realizar o cadastramento.
    Os documentos necessários para se cadastrar são:
    Original e cópias simples:
    Documento de identificação oficial com foto (RG, CNH, CIE.); e
    CPF (caso o número não conste no documento apresentado). 

    Original e cópias simples:
    Comprovante recente de residência – máximo 06 meses (conta de telefone, luz , gás, etc.;
    Informar número(s) de telefone para contato; e
    Informar endereço de e-mail (não obrigatório).

  • 9.É possível personalizar o Bilhete Único Especial - Idoso com o "Nome Social"? Ver Resposta
    R.

    Sim. De acordo com o decreto nº. 51.180 de 14/01/2010, as pessoas travestis e transexuais deverão manifestar, por escrito, seu interesse na inclusão do nome social, mediante o preenchimento e assinatura de requerimento próprio. Se for enviar a documentação pelo correio (CEP: 01014-970 Caixa Postal 77075) os documentos referentes à solicitação do "Nome Social" devem acompanhar a relação. Caso a entrega seja feita em um dos Postos de Atendimento de Gratuidades, também devem ser anexadas as declarações de solicitação do "Nome Social". 

  • 10.A foto para emissão do Bilhete Único Especial - Idoso será capturada no Posto de Atendimento de Gratuidades? Ver Resposta
    R.

    Não. O idoso deve levar uma foto 3 x 4 (padrão de documento) além dos documentos necessários para o cadastro. 

  • 11.É possível enviar representante ao Posto de Atendimento de Gratuidades para fazer o cadastramento em nome do idoso? Ver Resposta
    R.

    Não. O idoso deve comparecer, pessoalmente, aos Postos de Atendimento de Gratuidades, munidos dos documentos necessários para fazer o cadastramento. 

  • 12.É obrigatório que o "Comprovante de Residência" esteja em nome do idoso? Ver Resposta
    R.

    Não é obrigatório que o "Comprovante de Residência" apresentado para cadastramento esteja no nome do idoso, mas é necessário que seja do local onde ele reside, pois o Bilhete Único Especial - Idoso será enviado ao endereço constante no cadastro, comprovado por meio desse documento. 

  • 13.Como proceder se ao solicitar o cancelamento de um cartão o cadastro do idoso não for encontrado? Ver Resposta
    R.

    O idoso deve ser orientado a comparecer em um Posto de Atendimento de Gratuidades, munido de documentos para solicitar um novo cartão. 

  • 14.Qual o prazo para entrega do cartão? Ver Resposta
    R.

    A previsão de entrega é de 20 dias a contar da data de entrega do envelope nos Correios, ou da entrega da documentação nos Postos de Atendimento de Gratuidades.

  • 15.Se, passados os 20 dias de prazo para entrega, o idoso não receber seu Bilhete Único Especial - Idoso, como deve proceder? Ver Resposta
    R.

    O idoso deve entrar em contato com a Central de Atendimento ao Passageiro Especial, telefone: 3101-2023 (de 2ª a 6ª feira, das 8h às 17h) e comunicar o fato. Caso seja constatado o extravio do cartão, a SPTrans providenciará o bloqueio e a imediata emissão de 2ª via, para retirada no Posto Central, localizado na Rua Boa Vista, 128 - Centro - São Paulo - SP. 

  • 16.Qual o prazo de validade do Bilhete Único Especial - Idoso? Ver Resposta
    R.

    O prazo de validade do benefício é de 12 meses (vence sempre na data de nascimento do idoso). 

  • 17.Qual o procedimento para revalidar o prazo de validade do Bilhete Único Especial - Idoso? Ver Resposta
    R.

    Para renovar o prazo de validade do Bilhete Único Especial - Idoso é preciso que o idoso compareça, pessoalmente, a um Posto de Atendimento de Gratuidades, munido de RG original e do Bilhete Único Especial - Idoso. O procedimento é feito na hora e no mesmo bilhete. O comparecimento pode ser feito até 30 dias antes da data de aniversário. 

    Nota: Caso haja necessidade de atualizar o cadastro é necessário levar uma cópia do Comprovante de Residência recente contendo o CEP do novo endereço. 

  • 18.Como proceder para fazer atualização de cadastro (Mudança de endereço, dados cadastrais incorretos)? Ver Resposta
    R.

    O idoso deve comparecer, pessoalmente, a um Posto de Atendimento de Gratuidades, munido de documentos originais e cópias (RG, CNH, etc) e do Comprovante de Residência (originais e cópias) recente para solicitar a atualização do cadastro/correção dos dados cadastrais. 

  • 19.Como proceder se o Bilhete Único Especial - Idoso está com os dados cadastrais incorretos? Ver Resposta
    R.

    O idoso deve comparecer, pessoalmente, a um Posto de Atendimento de Gratuidades, munido de documentos (RG, CNH, etc) e do Comprovante de Residência recente para solicitar a atualização do cadastro/correção dos dados cadastrais. O Bilhete Único Especial - Idoso atual será cancelado e será providenciada a 2ª via com os dados corretos. A operação é gratuita. Durante o período em que aguarda a chegada da 2ª via, o idoso poderá utilizar um documento de identificação oficial dotado de foto para apresentar ao operador e desembarcar pela porta dianteira do veículo. 

  • 20.Como bloquear Bilhete Único Especial - Idoso perdido, roubado, extraviado, furtado? Ver Resposta
    R.

    A Central 156 e os Postos de Atendimento de Gratuidades realizam bloqueio de cartões por motivo de perda, roubo, extravio, furto. Para solicitar a 2ª via, nos casos de furto/roubo, é  necessário apresentar o "Boletim de Ocorrência Policial - BO" contendo texto relatando a ocorrência de roubo/furto do Bilhete Único Especial - Idoso. A SPTrans aceita Boletim de Ocorrência Eletrônico.  Para solicitar um novo cartão o idoso deve comparecer, pessoalmente, a um Posto de Atendimento de Gratuidades, munido de documentos originais e cópias (RG, CNH, etc) e do Comprovante de Residência.

  • 21.Como bloquear Bilhete Único Especial - Idoso quebrado, trincado, apresentando mal funcionamento, sem sinal? Ver Resposta
    R.

    Cartões que apresentam mau funcionamento ou que estejam danificados devem ser apresentados em um dos Postos de Atendimento de Gratuidades para análise. Se for constatado que o defeito é irreversível será providenciada a emissão de 2ª via para envio ao endereço constante no cadastro do idoso, e o cartão danificado ficará retido no Posto. O idoso deve comparecer, pessoalmente, a um Posto de Atendimento de Gratuidades, munido de documentos originais e cópias (RG, CNH, etc) e do Comprovante de Residência. 

    Nota: A Central 156 não realiza cancelamento de Bilhete Único Especial - Idoso quebrado, trincado, apresentando mal funcionamento, sem sinal. 

  • 22.Quais os documentos necessários para solicitar a 2ª via do Bilhete Único Especial - Idoso? Ver Resposta
    R.

    Após o cancelamento da 1ª via, o idoso deve comparecer em um Posto de Atendimento de Gratuidades munido dos seguintes documentos: RG (original e cópia simples), original e cópia do Comprovante de Residência. Nos casos de furto/roubo, apresentar o Boletim de Ocorrência Policial - BO. Após emitido, o cartão será enviado ao endereço constante no  cadastro do solicitante. 

  • 23.Quais cuidados são necessários para manter o Bilhete Único Especial - Idoso em boas condições de uso? Ver Resposta
    R.

    Não tocer;

    Não colocá-lo sob material pesado;

    Não furar, cortar ou delaminar (abrir o cartão);

    Não expor ao calor excessivo;

    Não plastificar; e

    Não morder.

  • 24.Como utilizar o Bilhete Único Especial - Idoso? Ver Resposta
    R.

    Nos ônibus e microônibus: Aproxime o cartão do validador, retire e aguarde que o operador aproxime o cartão de bordo para liberar a passagem, aproxime novamente o seu cartão, aguarde a luz verde e o sinal sonoro (Bip), retire o cartão e ultrapasse ou gire a catraca. O tempo para transpor a catraca é de 1 minuto. O Bilhete Único Especial Idoso emitido pela SPTrans também poderá ser utilizado nos bloqueios das linhas do Metrô/CPTM.

    Nos bloqueios do Metrô ou da CPTM: Aproxime o cartão do validador, aguarde a luz verde, retire o cartão e ultrapasse a catraca.  

  • 25.Há limite de tempo para reapresentação do Bilhete Único Especial - Idoso no mesmo coletivo? Ver Resposta
    R.

    Sim. O limite para reapresentação do cartão no mesmo coletivo é de uma hora. E nos bloqueios do Metrô e da CPTM é de 30 minutos.

  • 26.Como proceder se o Bilhete Único Especial - Idoso não funcionar ou apresentar mensagem de "Cartão vencido"? Ver Resposta
    R.

    No caso de "cartão vencido", o  Bilhete Único Especial - Idoso tem prazo de validade (data de aniversário do idoso). O idoso deve comparecer em um Posto de Atendimento de Gratuidades, munido de RG, CNH ou outro documento oficial dotado de fotografia, comprovante de residência (se houve mudança de endereço) e o Bilhete Único Especial - Idoso para a revalidação do prazo de validade. O comparecimento pode ocorrer até  30 dias antes da data de aniversário. Se o Bilhete Único Especial - Idoso estiver apresentando mau funcionamento precisa ser cancelado. O idoso deve comparecer, munido de documentos e do cartão, no Posto de Atendimento de Gratuidades para efetuar o cancelamento e a solicitação de 2ª via. 

  • 27.Como proceder nos casos em que o Bilhete Único Especial - Idoso for apreendido? Ver Resposta
    R.

    O benefício é de uso pessoal e intransferível, por isso é controlado e fiscalizado pela SPTrans.  Quando há constatação de uso indevido, o cartão é retido e o autor do uso indevido recebe uma via do "Auto de Retenção" do cartão, contendo orientações sobre como proceder para reaver o benefício. Nessas ocasiões, 180 dias após a apreensão do cartão, o idoso deve contatar a Central de Atendimento de Gratuidades, telefone: 3101-2023 e agendar uma data para comparecimento a fim de assinar o Termo de Ciência e retirar o novo bilhete.

  • 28.Como proceder nos casos em que o Bilhete Único Especial - Idoso for apreendido? Ver Resposta
    R.

    O benefício é de uso pessoal e intransferível, por isso é controlado e fiscalizado pela SPTrans.  Quando há constatação de uso indevido, o cartão é retido e o autor do uso indevido recebe uma via do "Auto de Retenção" do cartão, contendo orientações sobre como proceder para reaver o benefício. Nessas ocasiões, 180 dias após a apreensão do cartão, o idoso deve contatar a Central de Atendimento de Gratuidades, telefone: 3101-2023 e agendar uma data para comparecimento a fim de assinar o Termo de Ciência e retirar o novo bilhete.

  • 29.Como proceder nos casos em que o Bilhete Único Especial - Idoso for bloqueado por uso excessivo/abusivo? Ver Resposta
    R.

    Nessas ocasiões, o beneficiário deve comparecer ao Posto de Atendimento de Gratuidades, localizado na Rua Boa Vista, 128 - Centro - SP para justificar as utilizações. Caso não seja aceita a justificativa o benefício fica suspenso por um período de 6 meses em virtude de constatação de fraude. Após o cumprimento da sanção o titular entra em contato com a Central 3101-2023 e agenda uma data para comparecimento a fim de assinar o Termo de Ciência e retirar o novo bilhete.

  • 30.Se o usuário possui direito a mais de um benefício tarifário (isenção ou desconto) é possível manter mais de um benefício? Ver Resposta
    R.

    Não. A concessão será feita/alterada sempre levando em consideração o maior benefício. Nesses casos o benefício de menor valor será cancelado. Exemplos:

    1) Idoso/PCD = Um Bilhete Único Especial - Idoso é mais vantajoso que um Bilhete Único Especial - PCD sem Acompanhante, porque o idoso está isento do comparecimento ao posto para solicitar o benefício, e da apresentação de relatório médico e exames complementares para a renovação do benefício. Um Bilhete Único Especial - PCD com Acompanhante, é mais vantajoso que o Bilhete Único Especial - Idoso, porque esse último não autoriza isenção ao acompanhante. 

    2) Idoso/Estudante = Um Bilhete Único Especial - Idoso é mais vantajoso que um Bilhete Único Estudante, porque o idoso tem direito à isenção total do pagamento da tarifa, enquanto que o estudante paga 50% do valor da tarifa. 

  • 31.No caso de estudante idoso (60 anos) como proceder quando o Bilhete Único Estudante cancelado em virtude do usuário se tornar idoso possuir saldo? Ver Resposta
    R.

    Se o Bilhete Único Estudante tiver saldo, ao ser cancelado o cartão, esse saldo ficará bloqueado. Para reavê-lo o idoso deve adquirir a 2ª via de um Bilhete Único do tipo Comum, mediante pagamento de R$ 21,00 para cobrir os custos da atualização do banco de dados, rastreamento e transferência do saldo para o novo cartão.  

  • 32.Qual a legislação que concede o benefício aos idosos? Ver Resposta
    R.

    Legislação Municipal: Lei nº 15.912, de 16/12/2013, regulamentada pelo Decreto nº 54.925, de 13/03/2014. (O decreto entrou em vigor em 17/03/2014).

    Legislação Estadual: Lei nº 15.187, de 29/10/2013, regulamentada pelo Decreto nº 60.595, de 02/07/2014  e Resolução STM 035, de 02/07/2014.

  • 33.Quais os canais disponíveis para registrar reclamações/sugestões? Ver Resposta
    R.

    Para fazer reclamações ou enviar sugestões à SPTrans, o usuário pode contatar a Central 156 e registrar a reclamação/sugestão ou na página da Central de Atendimento - www.sptrans.com.br/sac, em seguida rolar a página até o final, e do lado direito da tela clicar na opção "Reclamações/Sugestões".