Logotipos da CMTC e da SPTrans. O logotipo da CMTC está a esquerda e é composto por um circulo oval, sobreposto por um retângulo, ambos com preenchimento branco e contornos em linhas azuis. Ao centro do retângulo, as letras CMTC. O logo da SPTrans está à direita. É composto por uma letra T maiúscula (estilizada na cor vermelha com linhas brancas) à esquerda do texto SPTrans em itálico. Abaixo dos logos, o texto Mais de 70 anos de experiência
Logotipo da SPTrans
Brasão da Cidade de São Paulo. Abaixo, os textos: Cidade de São Paulo - Mobilidade e Transportes
FILTROS:

m




FILTROS:


 
Imagem ilustrativa, contendo a vista aérea de uma estação do Expresso Tiradentes.

Perguntas e Respostas

Quero saber mais sobre:

Os novos meios de pagamento implementados pela SPTrans no sistema de ônibus da cidade de São Paulo são cartões bancários que aceitam a tecnologia NFC ou dispositivos móveis como celulares, relógios, chaveiros, etc. com esta funcionalidade.

Você precisa verificar com o banco emissor do seu cartão se ele possui este serviço disponível para o seu tipo de aparelho.

A SPTrans elaborou um grande plano de marketing e comunicação que envolveu diversos setores da empresa, as operadoras de ônibus, as bandeiras dos cartões e os provedores de sistemas. Os mais de 200 ônibus estão sinalizados na porta e nos próprios validadores de modo a facilitar o reconhecimento pelos usuários.

A SPTrans iniciou os testes de atualização da tecnologia dos meios de pagamento no dia 16 de setembro com mais de 200 ônibus espalhados por 12 linhas na cidade de São Paulo e terá a duração de três meses.

A SPTrans trabalha constantemente com a atualização tecnológica do sistema de transporte na cidade de São Paulo, por isso nesta primeira fase do projeto não haverá a integração tarifária com outros ônibus ou com os sistemas de trilhos. Depois dos três meses de testes, avaliações serão feitas com base nos resultados e ações serão tomadas sempre buscando a facilidade para o usuário e a efetividade do sistema.

Nesta primeira fase do projeto não é possível pagar a meia passagem por meio do cartão bancário. O uso do pagamento por aproximação terá a cobrança do valor integral da tarifa vigente, R$ 4,30. Depois do período de testes, a SPTrans avaliará o projeto e tomará as ações necessárias para manter o sistema tecnológico do transporte público atualizado, facilitando a experiência de viagem dos usuários.

Os testes ocorrerão por 3 meses em mais de 200 ônibus. Depois disso, haverá estudos sobre a utilização, os resultados e a viabilidade da expansão desta tecnologia por todo o sistema de ônibus na cidade. Quanto aos outros modais, a SPTrans mantém relação constante com o Metrô e com a CPTM, sempre buscando atualizar a tecnologia dos sistemas operacionais e do transporte na capital.

O principal benefício que a SPTrans oferece aos pasageiros com a implementação desta tecnologia é a praticidade, principalmente para aquele usuário que utiliza apenas um ônibus e paga a tarifa em dinheiro. Com isso, ele poderá pagar a tarifa aproximando o cartão bancário ou o celular com a tecnologia NFC nos validadores dos ônibus identificados.

Você pode pagar com o mesmo cartão bancário ou telefone celular com NFC até 5 passagens no intervalo de 30 minutos, somando o máximo 10 passagens por dia.

Não. De modo geral os cartões com esta tecnologia permitem o pagamento por aproximação para valores de até R$ 50,00.

Abra a carteira digital de seu celular, faça a autenticação e aproxime-o do validador habilitado, no mesmo local onde os cartões tradicionais de transporte são aproximados.

Não, somente os cartões, carteiras digitais ou dispositivos (pulseiras, adesivos etc.) já habilitados pelo banco emissor que possuam a tecnologia de pagamento por aproximação identificadas pelo símbolo de 4 ondas são aceitos nos ônibus gerenciados pela SPTrans.

O validador do ônibus é o mesmo do pagamento com o Bilhete Único. A SPTrans, em processo de constante atualização tecnológica, habilitou estes validadores que também aceitam o pagamento com tecnologia por aproximação. Neste período de testes serão 12 linhas distribuídas pela cidade de São Paulo, com mais de 200 carros.

A tecnologia de pagamento por aproximação que foi implementada pela SPTrans na capital paulista permite que o usuário usufrua dela sem nenhum tipo de cadastro prévio. Entretanto, ele deverá ter o cartão com a tecnologia NFC habilitado pelo banco emissor ou ter os dispositivos eletrônicos que tenham esta tecnologia.

Entre em contato com o banco emissor do seu cartão e pergunte se ele já tem um cartão com essa tecnologia disponível para você.

Um cartão com tecnologia de pagamento por aproximação pode ser identificado pelo símbolo com 4 ondas impresso no plástico. Se você ainda não tem, entre em contato com o banco emissor do seu cartão para saber se ele possui a tecnologia.

A SPTrans está testando uma nova tecnologia para meios de pagamento na cidade de São Paulo que é referencia entre as principais cidades do mundo. Por meio desta tecnologia, somente os cartões identificados pelo símbolo de 4 ondas podem realizar as transações. Se o seu cartão não apresentar esse símbolo, entre em contato com o banco emissor e faça o pedido de um novo cartão com a tecnologia NFC. No entanto, você pode usar o seu cartão por meio do seu celular. Verifique se o seu aparelho está habilitado para a tecnologia NFC. Se estiver, cadastre o seu cartão em uma carteira digital, como, por exemplo, Apple Pay, Google Pay ou Samsung Pay.

Se o seu cartão possui tecnologia de pagamento por aproximação (símbolo com 4 ondas), quando for passar pela catraca aproxime o cartão do validador (como se fosse o Bilhete Único da SPTrans), a transação será concluída e a sua passagem liberada.

Não. Caso exista qualquer tarifa para o uso da tecnologia de pagamento por aproximação, o banco emissor do seu cartão deve divulgar durante o processo de solicitação.

A cobrança é feita da mesma forma que uma compra convencional ou via internet, o valor aparecerá em sua próxima fatura.

Não haverá nenhuma taxa ou acréscimo de valor na tarifa, pois o projeto faz parte da constante atualização tecnologica que a SPTrans implementa no sistema de transporte da Cidade de São Paulo. O valor cobrado em sua fatura será o mesmo valor cobrado na catraca do ônibus, referente a tarifa vigente de R$ 4,30.

A tecnologia de meios de pagamento adotada pela SPTrans é mundialmente reconhecida pela sua praticidade e segurança. As transações realizadas por aproximação são tão seguras como as realizadas com chip. São processadas pela mesma rede confiável de pagamentos.

Para autorizar um pagamento por aproximação é necessário que o cartão ou celular esteja a poucos centímetros de uma leitora com essa tecnologia de pagamento, entre 2,5 cm e 5 cm, e também posicionado da maneira adequada.