Logo em comemoração aos 25 anos da SPTrans, composto por ícones de ônibus e de localização (ponto de marcação de posição no mapa) à esquerda e à direita, em cores variadas. Ao centro, o texto
Logotipo da SPTrans
Brasão da Cidade de São Paulo. Abaixo, os textos: Cidade de São Paulo - Mobilidade e Transportes
FILTROS:

m




FILTROS:


 
Imagem ilustrativa, contendo a vista aérea de uma estação do Expresso Tiradentes.

Transporte das escolas de samba até o Sambódromo do Anhembi envolve mais de 2 mil veículos

20 de fevereiro de 2020 - 19h01

30 viaturas e 80 técnicos acompanham toda a operação

 #pracegover foto da central de monitoramento da sptrans

Foto: Arquivo SPTrans

A SPTrans irá gerenciar a operação de transporte dos integrantes das escolas de samba até o Sambódromo durante todos os dias de desfiles, entre sexta-feira (21) e segunda-feira (24). Na operação serão utilizados 2.187 coletivos de oito concessionárias do transporte coletivo da cidade. Na operação a gestora contará com 30 viaturas e 80 técnicos para acompanhar e garantir o sucesso da festividade.

 Além do transporte dos integrantes das escolas de samba, os coletivos costumam transportar as fantasias, adereços e até instrumentos musicais para que as agremiações possam brilhar e que o samba-enredo possa ecoar na avenida. 

 O caminho entre as quadras das escolas e o Sambódromo é acompanhado de perto pelos técnicos da SPTrans; eles recepcionam os integrantes das escolas para o desembarque  no Anhembi, monitoram o deslocamento dos ônibus para a área de embarque após a dispersão e organizam o embarque dos passistas para que possam retornar às escolas.

 O deslocamento dos coletivos será gerenciado em tempo real pelo Centro de Controle Operacional (COP). Esse monitoramento permite que qualquer incidente com um dos ônibus possa ser mitigado em tempo hábil para que todos os passistas não precisem se preocupar com a chegada ao Sambódromo, mas apenas com o desfile. 

Para quem vai assistir ao espetáculo a empresa criou as linhas 179A/10 Metrô Tietê - Anhembi (opera nos dias 21 a 24 e 29) e 879A/10 Metrô Barra Funda – Anhembi (opera nos dias 21, 22 e 23). O valor da passagem é o mesmo da tarifa básica do sistema, de R$ 4,40, e os ônibus aceitarão todas as modalidades de Bilhete Único normalmente.

Agora, se você não vai assistir aos desfiles, não se esqueça de acessar o site especial (http://www.sptrans.com.br/carnaval) no qual é possível consultar os desvios das linhas de ônibus municipais durante a folia. A busca pode ser feita com o nome ou número da linha.

Assessoria de Imprensa - SPTrans